TudoSobreTudo

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Ministério Público e PF fecham "cerco a Lula" em seis frentes, informa Valor

10h59- Lara Rizério


O jornal destaca que documentos anexados a investigações mostram o avanço sobre negócios ligados direta ou indiretamente ao petista, passando desde a denúncia de venda de medidas provisórias, palestras e contratos com a Petrobras

SÃO PAULO - De acordo com informações do jornal Valor Econômico, o Ministério Público Federal e a Polícia Fedeal estão fechando o cerco em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em pelo menos seis frentes de apuração criminal. O jornal destaca que documentos anexados a investigações mostram o avanço sobre negócios ligados direta ou indiretamente ao petista, passando desde a denúncia de venda de medidas provisórias, palestras que poderiam ter sido usadas para camuflar o tráfico de influências em relação às empreiteiras investigadas na Lava Jato, entre outros. 
No âmbito da Lava Jato, a suspeita é de que o navio-sonda Vitória 10.000 supostamente teria sido entregue para operação da Schahin, sem licitação. Isto teria ocorrido por intermediação do amigo de Lula, o pecuarista José Carlos Bumlai, tendo como contrapartida a quitação de uma dívida de campanha de R$ 60 milhões de Lula referente a 2006 que teria sido feita pelo Schahin. A Lava Jato ainda examina os pagamentos de empresas investigadas à LILS, empresa de Lula para receber por suas palestras e ao Instituto Lula. Apesar de Lula não ser oficialmente investigado no âmbito da Lava Jato sua empresa, a LILS, e o Instituto Lula, estão sendo investigadas por pagamentos recebidos de empreiteiras acusadas pelo MPF de integrar cartel em licitações da Petrobras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário