TudoSobreTudo

quinta-feira, 10 de março de 2016

O que significa "doula"





A palavra "doula" vem do grego "mulher que serve". Nos dias de hoje, aplica-se às mulheres que dão suporte físico e emocional a outras mulheres antes, durante e após o parto.
Antigamente a parturiente era acompanhada durante todo o parto por mulheres mais experientes, suas mães, as irmãs mais velhas, vizinhas, geralmente mulheres que já tinham filhos e já haviam passado por aquilo. Depois do parto, durante as primeiras semanas de vida do bebê, estavam sempre na casa da mulher parida, cuidando dos afazeres domésticos, cozinhando, ajudando a cuidar das outras crianças.
Conforme o parto foi passando para a esfera médica e nossas famílias foram ficando cada vez menores, fomos perdendo o contato com as mulheres mais experientes. Dentro de hospitais e maternidades, a assistência passou para as mãos de uma equipe especializada: o médico obstetra, a enfermeira obstétrica, a auxiliar de enfermagem, o pediatra. Cada um com sua função bastante definida no cenário do parto.
O médico está ocupado com os aspectos técnicos do parto. As enfermeiras obstetras passam de leito em leito, se ocupando hora de uma, hora de outra mulher. As auxiliares de enfermeira cuidam para que nada falte ao médico e à enfermeira obstetra. O pediatra cuida do bebê. Apesar de toda a especialização, ficou uma lacuna: quem cuida especificamente do bem estar físico e emocional daquela mãe que está dando à luz? Essa lacuna pode e deve ser preenchida pela doula ou acompanhante do parto.
O ambiente impessoal dos hospitais, a presença de grande número de pessoas desconhecidas em um momento tão íntimo da mulher, tende a fazer aumentar o medo, a dor e a ansiedade. Essas horas são de imensa importância emocional e afetiva, e a doula se encarregará de suprir essa demanda por emoção e afeto, que não cabe a nenhum outro profissional dentro do ambiente hospitalar.
O que a doula faz?
Antes do parto a ela orienta o casal sobre o que esperar do parto e pós-parto. Explica os procedimentos comuns e ajuda a mulher a se preparar, física e emocionalmente para o parto, das mais variadas formas.
Durante o parto a doula funciona como uma interface entre a equipe de atendimento e o casal. Ela explica os complicados termos médicos e os procedimentos hospitalares e atenua a eventual frieza da equipe de atendimento num dos momentos mais vulneráveis de sua vida. Ela ajuda a parturiente a encontrar posições mais confortáveis para o trabalho de parto e parto, mostra formas eficientes de respiração e propõe medidas naturais que podem aliviar as dores, como banhos, massagens, relaxamento, etc..
Após o parto ela faz visitas à nova família, oferecendo apoio para o período de pós-parto, especialmente em relação à amamentação e cuidados com o bebê.
A doula e o pai ou acompanhante
A doula não substitui o pai (ou o acompanhante escolhido pela mulher) durante o trabalho de parto, muito pelo contrário. O pai muitas vezes não sabe bem como se comportar naquele momento. Não sabe exatamente o que está acontecendo, preocupa-se com a mulher, acaba esquecendo de si próprio. Não sabe necessariamente que tipo de carinho ou massagem a mulher está precisando nessa ou naquela fase do trabalho de parto.
Eventualmente o pai sente-se embaraçado ao demonstrar suas emoções, com medo que isso atrapalhe sua companheira. A doula vai ajudá-lo a confortar a mulher, vai mostrar os melhores pontos de massagem, vai sugerir formas de prestar apoio à mulher na hora da expulsão, já que muitas posições ficam mais confortáveis se houver um suporte físico.
O que a doula não faz?
A doula não executa qualquer procedimento médico, não faz exames, não cuida da saúde do recém-nascido. Ela não substitui qualquer dos profissionais tradicionalmente envolvidos na assistência ao parto. Também não é sua função discutir procedimentos com a equipe ou questionar decisões.
Vantagens
As pesquisas têm mostrado que a atuação da doula no parto pode:
·                     diminuir em 50% as taxas de cesárea
·                     diminuir em 20% a duração do trabalho de parto
·                     diminuir em 60% os pedidos de anestesia
·                     diminuir em 40% o uso da oxitocina
·                     diminuir em 40% o uso de forceps.
Embora esses números refiram-se a pesquisas no exterior, é muito provável que os números aqui sejam tão favoráveis quanto os acima mostrados.
AnaCrisDuarte
Doulas.com.br


8 dicas para ter uma casa mais sustentável e ecológica

casa-ecologica-e-saludavel-500x328-500x328
Todos nós queremos deixar para nossos filhos e netos um planeta bonito, um mundo que mantenha a salvo todas as suas espécies e toda a sua diversidade.
Um lugar sem poluição e com isso, pulmões verdes que garantam a nossa existência e, claro, nosso equilíbrio e nosso futuro.
É claro que para que este projeto de vida seja mantido e possamos prevenir desastres ambientais no futuro, precisamos de uma mudança de políticas e conseguir que as grandes potências regulem, por exemplo, os derramamentos químicos e a liberação de CO2 na atmosfera.
Agora, nós também precisamos de iniciativas pessoais e anônimas, as nossas. Através de pequenas mudanças em nossa vida diária nós mesmos podemos conseguir uma casa mais sustentável e ecológica que ajude a cuidar do nosso planeta.

Que tal se começarmos a colocar em prática estas dicas bem simples?

1.O uso de nossos equipamentos de aquecimento e de ar condicionado
Se você tiver um equipamento de refrigeração ou aquecimento em casa, lembre-se de que é importante fazer um uso razoável deles. Desse modo, não só estaremos cuidando de nosso planeta, mas, além disso, vamos conseguir uma economia significativa em nossas contas:
O aquecimento pode ser ajustado em uns 20° C.
Por sua parte, o ar condicionado fica muito bom com cerca de 26° C.
E a que temperatura pode ficar a água quente? Basta que fique em cerca de 35° C.
Asseguramos que cada grau, a mais ou menos, pode ser notado no meio ambiente e na sua fatura.

2.E se aproveitarmos um pouco mais os recursos naturais como a luz do sol e o vento?

É claro que nem sempre é possível investir altas quantias de dinheiro para adaptar nossas casas para tirar o máximo de proveito dos recursos naturais. Nem todos podem se permitir mudar as janelas, fazer terraços ou instalar painéis solares.
A longo prazo, é verdade que nos economiza bastante dinheiro na conta, mas a instalação tem um custo elevado. Se você não conseguir fazer este investimento, tome nota de algumas dicas bem simples:

Aproveite a luz solar.

Pinte as paredes com uma cor que ofereça luminosidade.
Deixe entrar correntes naturais de ar, abrindo várias janelas em casa. Também é mais saudável para você!

3.Algumas mudanças básicas na cozinha

Existem truques simples que vão nos ajudar a poupar e a obter uma casa mais ecológica, especialmente em muitas das coisas que fazemos na cozinha.
Damos alguns exemplos simples:
Utilizar a panela de pressão, sempre que possível, para economizar tempo, dinheiro e energia.
Se você tiver que usar o forno, tente não abri-lo tantas vezes. Sempre que nós o fazemos a temperatura diminui cerca de 20° C.
Se você precisar descongelar algo não faça isso com o micro-ondas ou colocando o peixe, por exemplo, sob a água da torneira. Basta tirar o que você quer cozinhar algumas horas antes. A chave está em ter memória! Vale a pena.

4. Não deixe os aparelhos elétricos em modo de standby

Quantas vezes já fizemos isso? Deixar a TV no modo de espera, com o indicador vermelho aceso, ou o computador, ou o console de jogos… Ou o que dizer daquelas noites em que deixamos o celular carregando? Ou deixamos o roteador de Wi-Fi ligado quando não estamos em casa, ou
estamos dormindo?
Fazemos isso muitas vezes, e isso implica em um gasto em nossa fatura e também em uma forma de causar danos ao planeta, tendo em vista que milhões e milhões de pessoas cometem o mesmo erro.
a Além disso, não podemos esquecer que encurtamos a vida útil dos aparelhos.
Você conhece os efeitos negativos do uso do micro-ondas

5.Sim para lâmpadas de baixo consumo

As lâmpadas de baixo consumo ou fluorescentes de LED são um pouco caras, nós sabemos disso, mas duram até 8 vezes mais e gastam até 80% menos energia. Então, por que não substituí-las?

6.Aparelhos com baixo consumo de energia

Como sabemos, nos últimos anos tem surgido no mercado eletrodomésticos de classe energética A ++ ou A+++. Sabe o que isso significa? Que consomem até 70% menos de energia em relação aos aparelhos de classe A.
Vale a pena ir substituindo os mesmos conforme nossa necessidade. São pequenas coisas que, se todos nós fizermos, sem dúvida traduzem-se em uma pequena ajuda para o nosso planeta e para conseguir, por que não, um lugar mais ecológico.

7.Carregue completamente sua máquina de lavar roupas ou de lavar louças

Há quem coloque uma máquina para funcionar para lavar apenas uma toalha e um pijama. Chegam a colocar em apenas um dia 3 máquinas de lavar roupa com uma carga muito baixa quando, na verdade, poderiam esperar até ter mais roupa suja para fazer uma lavagem única.
Evite também a pré-lavagem e use água fria sempre que possível. Você economiza mais na conta!
O mesmo acontece com a máquina de lavar louça. Vale a pena esperar para que tenhamos mais pratos e copos para encher o aparelho, e fazer o menos uso possível.

8.Um bom isolamento na casa

Selar suas janelas, colocando calafetagem ou massa para impedir que o frio entre. Instale, se possível, vidros duplos, faça uso de toldos, de persiana ou de qualquer coisa que possa evitar que você tenha que colocar refrigeração ou aquecimento.
Às vezes, com pequenas mudanças na casa podemos poupar muito nas faturas

10 alimentos que queimam gordura

648942000.jpg
A alimentação é um dos segredos para manter o peso equilibrado e uma boa saúde. Ao termos uma alimentação saudável, estamos fornecendo para o nosso corpo todos os nutrientes  que necessita para funcionar corretamente e evitar contrair doenças. Sabe-se hoje, que uma larga variedade de alimentos “queimam gordura” e podem ajudar a manter o peso ideal.
Ao dizer que esses alimentos ‘queimam gordura’, podemos chegar a pensar que nos farão perder muito peso, mas na verdade, lamentamos revelar que eles somente contribuem para uma boa digestão, acelerar o metabolismo e evitar a retenção de líquidos.
A ideia de incluir mais alimentos “queima gordura” na dieta, é poder estimular o nosso metabolismo para que nos ajude a queimar as gorduras ingeridas através de outros alimentos.
Lembre-se que não se trata de alimentos “milagrosos”, eles contribuem para a perda de peso, sempre que seja adotado um estilo de vida saudável, que inclua uma dieta equilibrada, a prática regular de exercícios, entre outros hábitos. Esclarecendo tudo isso, vamos conhecer os 10 melhores alimentos capazes de auxiliar na queima de gordura.

Chocolate amargo

O chocolate é rico em nutrientes saudáveis, pois contém antioxidantes e outros ótimos componentes para o nosso organismo. O chocolate amargo em particular, não contém açúcar e é rico em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a manter uma sensação de saciedade por mais tempo.

Quinoa

Quinoa para queimar gordura
A quinoa se caracteriza por ser rica em antioxidantes, ferro, zinco, selênio e vitamina E. Estas propriedades tornam este alimento um poderoso “queima gordura”, que virou famoso nos últimos anos graças a todas as suas proteínas. Os grãos de quinoa podem ser preparados com verduras, frutos secos ou proteínas magras.

Alface

Em geral, os vegetais de folhas verdes são ideais para queimar gorduras e perder peso. A alface, por exemplo, é um alimento diurético que contém ferro e grande quantidade de fibras, sendo um produto ideal para estes fins.

Pimentas

Pimentas para queimar gordura
As pimentas são consideradas as melhores especiarias para queimar gordura e reduzir o peso. A pimenta vermelha e a pimenta caiena são uma rica fonte em vitamina C, superando a laranja e o limão. Além do mais, são antioxidantes e melhoram o ritmo do metabolismo, que é a chave para a queima de gordura.

Toranja

A toranja, também conhecida no mercado como “grapefruit”, é uma ótima fonte de carboidratos e é composta por 90% de água. Esta deliciosa fruta é uma ótima recomendação para queimar gorduras, pois o ácido cítrico tem efeitos emagrecedores. Além disso, a toranja também é boa para regular o colesterol e curar gripes ou resfriados.

Aveia

Aveia para queimar gordura
É um dos alimentos mais poderosos no que se refere a queimar gorduras, ativar o metabolismo e ajudar na digestão. Caracteriza-se por ser rica em carboidratos complexos, fibras e proteínas. Além de tudo isso, também contém gorduras insaturadas e micronutrientes, que fornecem energia para o dia a dia.

Sopas de legumes para queimar gordura

As sopas podem ser verdadeiras aliadas para queimar gordura, reduzir o apetite e evitar o consumo de pratos cheios de calorias. Incluir sopas de legumes na dieta nos ajuda a substituir comidas mais gordurosas,além de nos beneficiar com seu baixo teor calórico.

Nozes

Nozes para queimar gordura
As nozes são muito famosas por seu alto teor de vitamina E, Ômega 3, proteínas de origem vegetal, fibras e muitos antioxidantes. Consumir nozes, com moderação, pode contribuir para a perda de peso e diminuir os níveis de colesterol ruim, que podem prejudicar a saúde.

Peixe

O peixe é uma das melhores e mais saudáveis fontes de proteínas que podemos encontrar. É um alimento capaz de queimar gorduras graças ao Ômega 3, considerado uma gordura boa para o organismo. Entre os peixes magros que podem ser incluídos na dieta estão: o linguado, merluza, bacalhau fresco, lula, peixe gato, badejo e arenque.

Cebola e alho

Cebola para queimar gordura
A cebola e o alho têm propriedades muito similares, pois ambos possuem capacidade de melhorar o metabolismo e de contribuir na queima de gordura.O alho e a cebola ativam a circulação, ajudam a controlar a quantidade de açúcar no sangue, são anti-inflamatórios e, em geral, contribuem para uma melhor digestão e limpeza do organismo.