TudoSobreTudo

sábado, 29 de julho de 2017

11 dicas para você se sentir menos cansada durante a semana


Está difícil segurar o pique ao longo da semana com tantas responsabilidades e tarefas? Alguns hábitos e atitudes podem te ajudar a manter a energia

A semana mal chegou na metade e você já se sente casada e sem forças? Pois você não está sozinha. A vida moderna, com todos os seus afazeres, tem mesmo o poder de acabar com as energias de qualquer um.
Afinal, com tantos compromissos e correria, como conseguir tempo ou mesmo disposição para completar tudo e ainda manter o pique ao longo da semana? Para isso, o melhor é apostar nos pequenos detalhes procurando, em poucas atitudes, manter corpo e mente saudáveis para aguentar o tranco.
Algumas soluções são simples e até óbvias. Outras já vão exigir um mínimo de determinação. Mas todas valerão a pena quando ajudarem você a passar uma semana eficiente e satisfatória. A maneira como encaramos os fatos do dia a dia é um fator determinante para a nossa qualidade de vida.
Separamos algumas dicas pontuais que, se seguidas, vão te ajudar a passar a semana com energia e vitalidade, desfrutando o melhor que a vida tem a oferecer. Aproveite!

1. Não entre em uma espiral de reclamações

Os dias passarão de forma mais leve se você colocar um pouco de luz e cor no seu humor. Os problemas existem e não devem ser ignorados, mas é possível encará-los com suavidade, mais empatia e menos desespero. Um pouco de resignação e flexibilidade vai cair bem. Pode ser difícil, mas com treinamento e atenção você chega lá.

2. Faça uma coisa de cada vez

Você pode até ter a capacidade de fazer mil coisas ao mesmo tempo, mas essa dinâmica tende a ser estressante e pode estar atrapalhando seu ânimo. Sobrepor atividades – às vezes não conseguindo completar nenhuma – causa fadiga mental e frustrações, grandes inimigos da energia vital.

3. Valorize suas noites de sono

Se você dormir o necessário para estar com corpo e mente descansados, obviamente o dia vai passar melhor e você não vai ter que ficar se arrastando por aí. Tente dormir sempre no mesmo horário, organizando seu tempo de sono para a recuperação total.

4. Faça uma atividade física

Manter seu corpo funcionando é pré-requisito para a qualidade de vida e para a mente funcionar à mil. Mesmo cansada do trabalho e das outras atividades diárias, não deixe de se exercitar ao menos duas vezes por semana. Os níveis hormonais ficam mais equilibrados, a saúde é beneficiada e a energia certamente será fortalecida.

5. Não se cobre tanto

Talvez dê para encaixar mais um curso, mais um trabalho, mais um compromisso naquele buraquinho na agenda, mas pare, respire e analise: vale mesmo a pena? Todos precisam de horários de descanso, de ócio, de contemplação da vida. Reserve momentos para os amigos, os filhos ou mesmo os cachorros. Tire um tempo para fazer nada.

6. Alimente-se bem

Seu corpo precisa estar bem nutrido para aguentar o tranco da rotina. Dê uma atenção especial ao café da manhã, priorizando uma refeição balanceada e rica em vitaminas. Evite fast-foods, organize o horário das refeições, diminua o café e beba muita água!

7. Organize suas tarefas

Planeje suas atividades, seja mentalmente, na agenda ou em uma lista. Eleja prioridades, horários e dias para serem resolvidas. Organizando suas tarefas e objetivos vai ficar mais fácil concluí-los, o que faz com que sua semana flua e com que você alcance suas metas, o que dá uma nova carga de entusiasmo.

8. Se preciso, adie problemas pessoais por alguns dias

Se a rotina já está pesada, talvez seja melhor deixar aquele problema pessoal, tenso emocionalmente, para o final de semana. Se possível, evite situações frustrantes quando você já estiver em um ritmo pesado: apesar de não ser a melhor solução, pode ser preciso adotar essa medida para não acabar de vez com a sua disposição.

9. Não se isole

Nem sempre dá pra esperar o final de semana para encontrar os amigos e se divertir um pouco. Mesmo que seja um passeio rápido, essa pode ser a grande salvação da sua semana. A saúde emocional também deve ser considerada e é essencial para manter o bom humor.

10. Mantenha seu espaço limpo

Às vezes é difícil estar em paz quando a casa está uma bagunça. Mas também é muito difícil manter a casa sempre organizada e limpa quando se tem muitas atividades a cumprir durante o dia. Uma boa opção é fazer uma tabela de arrumação da casa, separando mesmo que apenas meia hora para arrumar um cômodo por dia. Uma casa arrumada traz mais dinamismo para o dia a dia.

11. Feche os ciclos

Conclua alguma tarefa que você vem adiando há muito tempo. Marque aquela consulta médica, termine o assunto que está se arrastando no trabalho ou finalmente arrume seu armário como você vem prometendo. Mesmo as missões mais simples, se finalizadas, têm o poder de dar um novo impulso.
Para manter o humor e a disposição durante a semana é preciso basicamente de organização e uma dose de determinação. Aproveite nossas dicas e dê um novo frescor para a sua semana!

10 atitudes essenciais para uma vida melhor


Cuidar da sua saúde e do seu bem estar são a chave para uma vida longa, gostosa e feliz

Resultado de imagem para 10 atitudes essenciais para uma vida melhor
Veja quais pontos da sua vida merecem bastante atenção e dedicação e invista neles:
  1. Seja mais otimista: De acordo com um estudo da Universidade de Pittsburgh, otimistas vivem mais e são menos propensos a terem problemas cardíacos.
  2. Diminua o consumo de açúcar: Segundo uma pesquisa da Universidade de Montréal, a ingestão de muito açúcar e comidas gordurosas causa mudanças químicas no cérebro antes mesmo da obesidade se instalar.
  3. Descubra suas alergias alimentares: Muitos sintomas incômodos que temos no dia a dia podem ter a ver com o que ingerimos. Dores de cabeça, gases e problemas assim podem ter origem nas intolerâncias alimentares. Faça exames com seu gastroenterologista e ganhe qualidade de vida.
  4. Controle seu cortisol: Muitas vezes nos preocupamos tanto com hormônios como estrogênio e progesterona que nos esquecemos que devemos fazer exames para avaliar o nivel do hormônio do estresse – o cortisol. Se o seu estiver elevado, procure mudar os seus hábitos e levar um vida mais saudável e relaxante. Mude o que for necessário.
  5. Passe mais tempo com suas amigas: De acordo com a psicóloga Andrea Bonior, passar tempo com as amigas pode reduzir o estresse e manter a depressão e a ansiedade longe da sua vida. Peguem um cinema ou saiam para bater papo e comer algo gostoso, aproveitem!
  6. Mexa-se: Em vez de fazer todas suas atividades sentada, mexa-se ao falar ao telefone, caminhe ou pedale até o trabalho e adicione mais movimento no seu dia a dia. Um estudo da Universidade Estadual de Oregon demonstrou que esses movimentos, mesmo que por somente meia hora por dia, podem ajudar a combater a pressão e colesterol alto.
  7. Vá ao dermatologista: Ao menos uma vez por ano agende uma consulta com direito a todos os exames necessários no seu dermatologista. O câncer de pele é muito comum e tem mais chances de cura total se tratado a tempo. Fique atenta e aumente a frequência dos exames se houver casos de câncer na família e/ou muita exposição ao sol.
  8. Equilibre trabalho e vida pessoal: Não deixe que seu trabalho tome conta da sua vida. Evite levar serviço para casa e só faça hora extra se for muito necessário. Cada coisa tem a sua hora, não misture os dois, pois você pode acabar sentindo que está trabalhando 24h por dia.
  9. Não queira “abraçar o mundo”: Saiba dizer não e escolher o que você quer fazer. Pegar muitas responsabilidades e se encher de compromissos te deixará sobrecarregada, estressada e dificilmente você conseguirá dar conta de fazer tudo com boa qualidade.
  10. Respeite para ser respeitado: Atitudes como buzinar para todos no trânsito causam um estresse que mesmo quando não é percebido, é sentido pelo corpo. Pratique o respeito e a empatia e perceberá que seus dias serão mais leves e gostososhttps://www.dicasdemulher.com.br/noticias/10-atitudes-essenciais-para-uma-vida-melhor/?utm_source=editora&utm_medium=materias&utm_campaign=dicasdaeditora

7 dicas para você criar (e manter) novos hábitos em sua vida

Com alguns truques simples, mas muito inteligentes, você vai finalmente conseguir manter novos hábitos e parar de vez de largar algumas coisas pela metade

Resultado de imagem para dicas para você criar (e manter) novos hábitos em sua vida
Sempre que um ano começa, tendemos a fazer metas e planos para mudar hábitos e deixar para trás tudo aquilo que nos causa algum tipo de prejuízo, não é mesmo?
O problema é que essa empolgação dura pouco e, com o passar do tempo, nossa listinha de metas, sonhos e objetivos vai ficando esquecida, empoeirada. Vai dizer que isso nunca aconteceu com você?
A verdade é que é realmente trabalhoso esse exercício de pensar nos hábitos atuais que nos prejudicam e planejar a criação de novos. Esse tipo de atividade requer dedicação e honestidade, além, é claro de inteligência emocional, para conseguirmos reconhecer nossos erros, entender que é normal não ser perfeita em tudo, e descobrir que é possível melhorar.
Um hábito ruim e que é difícil de ser abandonado, por exemplo, é o tabagismo. Nesse caso, estamos diante de um produto que afeta nosso cérebro diretamente e, sempre que acontece a abstinência, nos faz deixar para o lado qualquer vestígio de boa vontade.
O exemplo do cigarro nos ajuda a ver quando um hábito é ruim e, de quebra, nos faz perceber que é normal não conseguir abandonar o hábito na primeira tentativa. Digamos que a meta seja trocar o cigarro pela academia – convenhamos: não é assim tão fácil, e o importante mesmo é você não se culpar por isso e não desistir. Confira a seguir algumas dicas valiosas para quem quer criar e manter novos hábitos:

1. Quais são seus motivos?

É aquela coisa: autoavaliação é um exercício absolutamente saudável, mas que não surge naturalmente. A dica para quem ainda não está acostumada a olhar para dentro de suas próprias vontades é buscar se olhar como se você fosse uma amiga sua e, a partir daí, fazer perguntas e buscar respostas.
Se o hábito que você quer criar é o de fazer caminhadas diárias pelo seu bairro, por exemplo, identifique os motivos que levam você a querer isso (saúde, dar uma arejada na mente, melhorar a circulação sanguínea, tomar Sol) e comece a pensar no hábito da caminhada como algo que já faz parte da sua vida.

2. Faça o teste dos 21 dias

É normal que você demore um pouquinho para se acostumar com algo novo, afinal você é um ser humano, não um robô. Antes de jogar a toalha e de desanimar, proponha-se a aguentar firme por 21 dias. É comprovado que esse é o tempo que seu corpo e seu cérebro precisam para se acostumar com uma novidade e, inclusive, para abandonar um hábito antigo. Fé, força, foco nos 21 dias.

3. Faça anotações

Uma coisa bacana é recorrer a anotações para se lembrar dos pontos importantes do hábito que você está criando. Se é algo que tem hora certa para ser feito, como assistir ao jornal do meio-dia da sua cidade e se informar mais, anote esse horário em sua agenda, em algum calendário ou no bloco de notas do seu celular – o que for mais fácil para você.

4. Identifique hábitos de reforço

Nossos hábitos existem e perseveram porque geralmente estão ligados a outros hábitos, então é bacana buscar atividades que se relacionem. Se a ideia é criar o hábito de ir para a academia, crie também o hábito de organizar uma playlist com músicas animadas para ouvir enquanto estiver na esteira. Uma coisa sempre puxa a outra.

5. Busque antecipar contratempos

Se prepare para o que pode dar errado e pense sempre em um plano B. O que você faria se, durante a construção do hábito de caminhar pela vizinhança diariamente, houvesse uma temporada de chuva?

6. Mantenha o controle

Quando você controla suas atividades, na verdade está prestando contas a si mesma, e isso é importante em termos de motivação. No caso dos primeiros 21 dias, que tal marcar no calendário quais dias saíram como planejado? Quando transformamos nosso progresso em algo visual, ficamos com vontade de continuar progredindo.

7. Sempre melhore

É importante buscar melhorar, mesmo quando o hábito já estiver totalmente implementado em sua vida. Dê atenção constante ao que você faz por hobby, por aperfeiçoamento profissional ou para cuidar da saúde, por exemplo. Não se contente apenas com a prática do que você queria muito fazer, mas busque estímulos para inovar e melhorar cada vez mais.