TudoSobreTudo

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Advogado de Cerveró é preso nos Estados Unidos


Edson Ribeiro já havia deixado o país quando sua prisão foi decretada. Operação da PF seria batizada em referência a senador romano que tentou derrubar a República

Nestor Cerveró, ex-diretor da área internacional da Petrobras, durante audiência no Congresso Nacional

Nestor Cerveró, ex-diretor da área internacional da Petrobras, durante audiência no Congresso Nacional(Rodolfo Buhrer/Reuters)

A Polícia Federal informou na noite desta quarta-feira que o advogado Edson Ribeiro, alvo da Operação Lava Jato, foi preso nos Estados Unidos. A PF destacou que Ribeiro, defensor do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, será transferido para o Brasil após realização de alguns procedimentos burocráticos.
O advogado já havia saído do país quando sua prisão foi decretada. A PF informou que o visto de Edson Ribeiro foi cassado.
A operação que levou à prisão do advogado, do senador Delcídio do Amaral (PT/MS), de seu chefe-de-gabinete Diogo Ferreira, e do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, se chamaria Catilina - uma referência ao militar e senador da Roma Antiga, celebrizado por ter tentado derrubar a República e a oligarquia do Senado. Mas, ao final, os investigadores decidiram não batizar a missão que tem como alvo maior o líder do governo no Senado.
(Com Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário