TudoSobreTudo

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Brigitte Bardot denuncia plano de extermínio de gatos na Austrália


O país pretende matar 2 milhões de felinos nos próximos cinco anos para proteger espécies selvagens

A ex-atriz Brigitte Bardot acaricia um gato no abrigo animal "La Mare Auzou" pertencente à sua fundação, na cidade de Saint-Aubain-Le-Guichard, na França
A atriz Brigitte Bardot, conhecida por proteger os animais, escreveu uma carta ao ministro do Meio Ambiente australiano criticando o plano do país de assassinar os gatos(Mehdi Fedouach/AFP)
A atriz francesa Brigitte Bardot enviou uma carta ao governo australiano pedindo que o país desista do plano de matar 2 milhões de gatos nos próximos cinco anos.
Este plano é um "escândalo", escreveu Bardot na mensagem dirigida ao ministro do Meio Ambiente da Austrália, Greg Hunt. "Matar dois milhões de gatos em uma população estimada de 20 milhões é uma vergonha."
Na última semana, Hunt anunciou um plano para exterminar parte dos gatos do país, que são considerados uma ameaça à vida selvagem. De acordo com estudos australianos, das 29 espécies de mamíferos extintas nos últimos 200 anos, 28 desapareceram por causa dos gatos, principalmente os que vivem em bandos na rua.
A atriz propõe que, em vez de matar os gatos, sejam utilizados recursos para uma campanha de esterilização em grande escala. "Os gatos operados defendem seu território, mas não podem se reproduzir", escreveu a atriz francesa.
Predador felino - Segundo números do ministério australiano, os gatos são responsáveis pelo desaparecimento de 10% das espécies registradas na Austrália desde a chegada dos colonos europeus, há dois séculos. As estimativas mostram que os felinos matam 75 milhões de animais silvestres do país todos os dias. Os mais ameaçados pelos pequenos predadores são os pássaros, como periquitos e papagaios.
Os felinos "representam um verdadeiro tsunami de violência e de morte para as espécies da Austrália", declarou recentemente o ministro do Meio Ambiente.
O governo federal vai usar iscas com veneno e criou um aplicativo chamado FeralCatScan, para que os habitantes avisem as autoridades sobre regiões com grande número de gatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário