TudoSobreTudo

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Interpol aciona Paraguai para achar mulher de Abdelmassih

Investigação

Paradeiro de Larissa é incerto. Departamento Geral de Imigração paraguaio crê que Larissa Sacco já tenha saído do país

Jean-Philip Struck, de Assunção, com imagens de Ivan Pacheco
Porta-retrato com foto do casamento de Abdelmassih com a ex-procuradora Larissa encontrado em uma das fazendas do médico em Avaré
Porta-retrato com foto do casamento de Abdelmassih com a ex-procuradora Larissa encontrado em uma das fazendas do médico em Avaré (VEJA)
A Polícia Nacional do Paraguai, o equivalente à Polícia Federal no país, informou nesta quinta-feira que recebeu por meio da Interpol um alerta de busca e localização de Larissa Sacco, mulher do ex-médico Roger Abdelmassih. O pedido foi repassado para a polícia internacional pelas autoridades brasileiras e, segundo Paraguai, não inclui uma ordem de captura. Já as autoridades paraguaias acionaram a Interpol em busca de informações sobre Abdelmassih, para uma investigação contra ele por falsificação de identidade.
No momento, o paradeiro de Larissa é incerto. Jorge Kronawetter, diretor do Departamento Geral de Imigração, afirma que, aparentemente, a mulher se dirigiu para a fronteira e provavelmente já deixou o país. O órgão investiga a situação legal de Larissa e descobriu que oficialmente ela não havia entrado no país ou fixado residência usando seu nome verdadeiro. A suspeita é que, tal como Abdelmassih, ela tenha falsificado uma identidade e permanecido ilegalmente no Paraguai nos últimos três anos e meio. “Já sabemos que ela não entrou nem se fixou com seu nome verdadeiro”, disse Kronawetter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário