TudoSobreTudo

segunda-feira, 31 de julho de 2017

AUTOESTIMA-EVITE SE CULPAR,SE CONDENAR E SE DESTRATAR

A sua autoestima está ligada ao valor pessoal, isto é, o quanto você se valoriza ou não. Em outras palavras, é o quanto você se sente bem consigo mesmo.
Aprendemos a medir o nosso valor pessoal pelo tamanho da conta bancária, dos cargos, títulos, status, conhecimentos, inteligência e padrão de beleza física.
Através desses atributos, passamos a maior parte de nossas vidas nos comparando com os outros. Desta forma, se você não possuir esses atributos, não se sentirá bem, não terá uma boa autoestima.
No meu entender, valorizar-se verdadeiramente não tem nada a ver com os outros, mas somente consigo mesmo.

Veja o caso da cirurgia plástica. Na verdade, a plástica não garante necessariamente uma boa autoestima, pois quem não gosta de si continuará se vendo negativamente.
Neste aspecto, a plástica não foi feita para gerar autoestima, mas, sim, para celebrar a autoestima que já existe dentro de você. Portanto, valorizar-se é algo interno, uma conquista, um trabalho interior, é esse trato amistoso consigo mesmo. Ou seja, é ter um profundo respeito e apreço por si, sendo verdadeiro acima de tudo, amigo de si mesmo, ficando sempre de seu lado, principalmente diante das críticas alheias.

Também é não se criticar ou, condenar-se o tempo todo quando de erros; é se perdoar, não guardando mágoas, ressentimentos de si mesmo quando algo dá errado em sua vida.
Enfim, é ser verdadeiro, honesto com você, aprendendo a dizer não diante de um pedido que você não está a fim de aceitar ou que irá de alguma forma lhe prejudicar.
Ser honesto é ser íntegro, inteiro, é não ficar dividido odiando o seu trabalho, sua profissão, mas continuando a exercê-la; é deixar de conviver com um parceiro tóxico, desqualificador, que a destrata, humilha, agride-a física e/ou verbalmente. São exemplos do quanto você não está sendo honesto, íntegro, consigo mesmo.

http://transformacao-pessoal.blogspot.com.br/2013/06/autoestima-evite-se-culparse-condenar-e.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário