TudoSobreTudo

domingo, 10 de janeiro de 2016

Mulher de Delcídio do Amaral garante que Dilma se elegeu com dinheiro roubado da Petrobras


A esposa do senador Delcídio do Amaral, Maika do Amaral defende que seu marido faça acordo de delação premiada e que fale para a justiça tudo que sabe sobre a podridão do PT, de Lula e Dilma.

Ela já discutiu o assunto com um advogado e pretende tentar convencer o marido ainda neste fim de semana, quando o visitará na cadeia. Maika tem dito que Delcídio não pode pagar sozinho por erros cometidos pelo PT e pelo Planalto.

A esposa do senador preso sabe que a Odebrecht pagou a campanha de Dilma com dinheiro roubado da Petrobras.

O jornalista Merval Pereira informa que a esposa do senador conhece todos os detalhes da conversa entre Delcídio Amaral e Dilma Rousseff no dia da prisão de Marcelo Odebrecht:

Tudo a mando de Lula e Dilma

 “Delcídio, de acordo com o relato de sua mulher, teria lembrado à presidente o papel importante que a Odebrecht teve no financiamento da campanha presidencial, tendo inclusive pagado ao marqueteiro João Santana com dinheiro de uma subsidiária em Angola“.

Dilma teria tentado tirar o corpo fora do problema e disse: ‘Isso é problema do Lula. Ele que resolva’.

Segundo Maika, Delcídio não se deixou levar e discordou de Dilma sem a menor hesitação:

‘Não senhora, a campanha era sua, é sua a responsabilidade’”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário