TudoSobreTudo

sábado, 26 de dezembro de 2015

Por que as pessoas não sorriam nas fotos antigas?


Às vezes, parece que as pessoas nos tempos antigos eram muito sérias, bravas, pois não sorriam. Ao menos não sorriam para fotos. E, antes mesmo, nem para os pintores nos quadros. Mas por quê?
iphotochannel-por-que-as-pessoas-nao-sorriam-em-fotos-antigas
Uma fotografia de meninas em um dia de verão, por exemplo, é posada sem sorrisos, apenas com a cabeça ligeiramente inclinada para o lado. Sabemos que dias de verão geralmente são sinônimo de felicidade. Não é o que parece para esse grupo de meninas. Elas foram preservadas para sempre como garotas realmente muito sérias.
"Summer Days" pot Julia Margaret Cameron | Foto: Stapleton Collection/Corbis
“Summer Days” pot Julia Margaret Cameron | Foto: Stapleton Collection/Corbis
Essa seriedade está em toda parte nas fotos vitorianas, nos anos 1800 e poucos. Até mesmo Charles Darwin, conhecido por ter um caráter agradável, ser um pai brincalhão e amoroso, parece congelado em melancolia nas fotografias.
Charles Darwin melancólico?
Charles Darwin melancólico?
Será que a resposta para toda essa aparente tristeza nas fotos, para essa falta de sorrisos, é a época, são os percalços pelos quais a sociedade passava? Ou porque antigamente as pessoas não tinham muitos dentes por falta da odontologia moderna? Ou simplesmente porque a fotografia de antigamente era um pouquinho diferente da de hoje em dia? Sim, é isso. Antigamente, para captar uma foto, era preciso um longo tempo de exposição. O que podia varias de 5 a 30 minutos. Isso, meia hora lá, paradinho, respirando calmamente, só para ter sua imagem registrada.
O livro "Three men in a boat" de Jerome K Jerome era hilário, mas aqui está o autor super sério. | Foto: Popperfoto/Getty Images
O livro “Three men in a boat” de Jerome K Jerome era hilário, mas aqui está o autor super sério. | Foto: Popperfoto/Getty Images
Mas fica a pergunta: por que então as pessoas não sorriam nas pinturas antigas? Aí há uma resposta cultural. As pessoas se consideravam ridículas se fossem registradas sorrindo ou rindo. Esse tipo de comportamento era próprio para bobos da corte ou bêbados de rua. “Uma fotografia é um dos documentos mais importantes que se tem e não há nada mais condenável para a posteridade do que um tolo e idiota sorriso capturado e fixado para sempre”, disse o escritor Mark Twain. Pois é, as coisas mudaram Mark. Que bom :)
O escritor Mark Twain e sua seriedade em fotografias registrada.
O escritor Mark Twain e sua seriedade em fotografias registrada
E agora, lembra da foto do grupo de meninas? É bem mais provável que elas estavam, na verdade, super entediadas. Pensando no tempo perdido que poderiam aproveitar brincando lá fora, no tal dia de verão, título da foto. É divertido pensar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário