TudoSobreTudo

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Toffoli adia decisão sobre relator de ação contra Dilma no TSE

O ministro Dias Toffoli, do STF
O ministro Dias Toffoli, do TSE(Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/Divulgação)
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro José Antonio Dias Toffoli, deu nesta quinta-feira prazo de três dias para que os advogados do PSDB e da presidente Dilma Rousseff se manifestem sobre a relatoria do processo que pede a cassação da chapa de Dilma e do vice, Michel Temer. Dessa forma, Toffoli adia a decisão sobre o caso: a expectativa era que o relator fosse conhecido hoje. Ao término da sessão que abriu a ação contra Dilma, a ministra Maria Thereza de Assis Moura, relatora original do caso, pediu para deixar o posto, uma vez que foi voto vencido. Ela havia negado seguimento da ação em fevereiro, mas o plenário da corte acabou por decidir o contrário após recurso dos tucanos. Maria Thereza sugeriu que o ministro Gilmar Mendes assumisse a relatoria. Conhecido pelos duros votos em casos envolvendo o Partido dos Trabalhadores - chegou a dizer que a sigla instaurou uma 'cleptocracia' -, Mendes se tornou alvo da ira petista. Com a decisão de Toffoli, os advogados do partido poderão opinar sobre sua ida para a relatoria do processo que pode custar o mandato de Dilma.(Carolina Farina, de São Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário