TudoSobreTudo

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Zé Rodrix e a Lei Rouanet

Em: 22/05/2009

Zerodrix
Como todos vocês já devem saber, o grande Zé Rodrix morreu na noite passada. Ele parte deixando um legado artístico incrível de projetos inventivos e criativos. 


Zé Rodrix foi um artista a moda antiga, daqueles que usavam a sua arte para defender projetos que pudessem melhorar o Brasil. Ele misturava arte com política. (Algo que hoje em dia está completamente fora de moda nos meios artísticos). 


Além das músicas do Zé Rodrix que todos vocês devem ter escutado ao longo do dia, eu gostaria que vocês conhecessem a carta que Zé escreveu sobre a participação do governo como patrocinador de projetos culturais. 


Há pouco mais de um ano, Zé Rodrix soltou uma nota esclarecendo sua saída do musical “Rei lagarto”, sobre a vida de Jim Morrison. Apesar de vivermos uma era onde todos querem mamar nas tetas do estado, Zé Rodrix tinha uma opinião muito firme sobre a Lei Rouanet. Segue a carta de Zé Rodrix:

“Acabo de descobrir exatamente nos detalhes desta notícia que não vou mais participar do projeto. Vocês conhecem a minha opinião sobre Renúncia Fiscal e Leis de Incentivo. Enquanto isto era um empreendimento privado, no máximo com os patrocínios e os apoios diretos de empresas que se associariam ao empreendimento, eu estava dentro. Infelizmente, ao entrar na jogada da Lei Rouanet, MiniCul etc., ele se torna impossível para mim.

Não acredito que o dinheiro de TODOS deva servir para patrocinar a aventura pessoal de ALGUNS, e, quando isto se configura, eu saio fora. Investimento deve ser feito com dinheiro real que não prejudique o essencial do país. Impostos devem ter fim específico, e os sustento da arte não é, a meu ver, uma destas essencialidades. Sempre fui um artista que não se privilegiou de nenhum tipo de ligação com estados e governos, em nome de minha própria liberdade. Assim sendo, há que haver em mim algum respeito pelas coisas em que eu acredito. Se entrar nisto, estarei negando tudo que é a minha maneira de ser, pensar e agir. No Brasil de hoje, precisamos de investidores conscientes, e não, segundo minha maneira de ver a realidade, de utilizar de maneira equivocada o dinheiro público.” Zé Rodrix

Sou um rapaz latino americano com muitos sonhos na cabeça!

http://www.bizrevolution.com.br/bizrevolution/2009/05/z%C3%A9-rodrix-.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário