TudoSobreTudo

domingo, 2 de novembro de 2014

Sete produtos para pets que ficam sozinhos em casa

Jogos interativos


Para liberar os petiscos escondidos sob as peças, cães e gatos precisam movê-las com a pata ou o focinho. Há desde os modelos mais simples, em que basta mover uma pecinha para revelar o petisco, aos mais complexos, que exigem uma série de movimentos sequenciais para liberar a guloseima. "Comece com os modelos mais simples e, se for preciso, ajude o animal a chegar à recompensa", diz a veterinária Priscila Fragoso. "Se ele não consegue o prêmio logo, fica desestimulado e desiste do brinquedo". Custa a partir de 70 reais.

Bola e brinquedos de borracha que liberam petiscos

Neste caso, o animal precisa rolar, balançar e chacoalhar o brinquedo para tirar o petisco ou a ração de dentro dele. Ou seja, o cachorro (ou gato) precisa se esforçar para ganhar a recompensa. Além de distrair, este tipo de brinquedo estimula a prática de execicio físico. Bolas e outros formatos de brinquedo, com os da marca Kong (foto), são feitos de plástico ou de borracha resistente às mordidas. "Antes de deixar o animal sozinho com o brinquedo, é preciso ter certeza de que ele não tem força para destruir - e engolir - o objeto", diz o adestrador Alexandre Rossi. Há modelos a partir de 20 reais.

Emissor automático de laser

O modelo Bolt, da fabricante americana FroliCat, emite um feixe de laser em movimentos aleatórios para o chão e as paredes distrai gatos e até cachorros mais brincalhões distraídos. É movido a pilha e custa 18 dólares na Amazon.com

Catnip

A erva dos gatos provoca sensação de relaxamento em alguns gatos - a ciência não consegue explicar por que os efeitos do catnip não afetam todos felinos. Há versões em spray, pó e erva seca que o dono pode espalhar ou borrifar sobre superfícies rugosas, como arranhadores, ou brinquedos recheados com o produto. Pode custar a partir de 8 reais.


Feromônio

Trata-se da versão sintética do hormônio secretado pelos gatos quando eles estão tranquilos e seguros. Em forma de spray ou difusor, o produto, comercializado com o nome de Feliway, deixa um odor com efeito calmante que só os felinos sentem. O preço é salago: a partir de 125 reais.

Cubo com câmera e laser

No segundo semestre, chega ao mercado o Petcube, um cubo com câmera de lente grande-angular e laser que pode ser direcionado pelo dono por meio de aplicativo. O cubo também grava e compartilha vídeos dos bichinhos. O produto já pode ser encomendado em pré-venda no site da empresa por 179 dólares ou na Amazon.com por 199 dólares.

Sistema de monitoramento

O Petchartz conta com câmera, monitor, microfone e saída de áudio para o dono ver, ouvir e falar com o pet, vigiando-o e atenuando a solidão. Além de interagir com o animal, o usuário também pode gravar vídeos. Como o aparelho possui um compartimento para petiscos com acionamento remoto, o dono pode oferecer biscoitos a distância ao bicho. O produto será lançado nos próximos meses nos Estados Unidos e deve chegar ao Brasil no primeiro semestre de 2015. Preço de pré-venda no site da empresa: 349 dólares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário